13/10/2021

A Sala Estúdio_Perpétuo, recém reaberta na Rua de Costa Cabral, acolhe na sexta-feira, 22 de outubro, a extensão do Curtas Vila do Conde. Um programa para todos – dos mais novos aos mais crescidos – com duas sessões ao longo do dia.


A extensão começa às 15h30 com a exibição do programa “My Generation”, uma seleção de filmes que estiveram em competição direcionados a adolescentes.



Do programa fazem parte quatro curtas-metragens: “Mister Powerful”, de Oriol Barberà Masats, a história de um super herói que quer salvar a sua cidade e o mundo; “Mondo Domino”, de Suki, uma tragicomédia que começa com o abate de árvores para o décor de um desfile de moda e que termina num grande incêndio que provoca o pânico geral; “Dans le Silence D’Une Mer Abyssale”, de Juliette Kinkle, obra que revela algumas mulheres esquecidas na história do cinema; e “Rastro”, de Bruno Ferreira e João Lourenço, uma reflexão acerca do problema do plástico que provoca consequentemente algo desastroso para o meio-ambiente, a poluição.



Os bilhetes para esta sessão têm o custo de 2,00 euros (preço único). A participação na sessão pode ainda ser reservada através do email info@salaestudio.pt.

 

A sessão da noite, a partir das 21h30, apresentará uma seleção de três filmes premiados nas competições Nacional e Internacional do Festival deste ano. No “Best Of Curtas” serão exibidos os filmes “O Lobo Solitário”, de Filipe Melo, vencedor do Prémio do Público da Competição Nacional. Neste filme, um “lobo solitário”, de nome Vítor Lobo, entra numa estação de rádio onde conduz o seu programa de conversas noturnas com os ouvintes. Tudo estava pronto para ser mais uma noite normal mas… algo emocionante o aguardava.



Do programa faz parte ainda a exibição de “Madrugada”, filme assinado por Leonor Noivo, considerado o Melhor Filme da Competição Nacional. Neste trabalho, momentos banais do quotidiano dão o mote a reflexões sobre o modo de vida nas sociedades contemporâneas, onde as relações humanas, afetivas e sociais se tornaram precárias.



Destaque ainda para o filme “L’Enfant Salamandre”, de Théo Dégen, que arrecadou o Prémio Ficção da competição. O retrato de um rapaz – “o rapaz salamandra” – que acreditava poder comunicar com os mortos através do fogo, com o seu pai. Por todas estas ideias, é perseguido pelos jovens locais, que o matratam, espancam e humilham. De tanto ser julgado como um monstro, acaba por se transformar num.


Os bilhetes para a sessão “Best Of Curtas” têm o preço de 4,50 euros (sendo que estudantes e maiores de 65 anos têm desconto, pagando 3,50 euros). A reserva para a sessão pode ainda ser feita online, enviando um e-mail para info@salaestudio.pt .

Ver também
Notícias