25/11/2021

A proposta artística do Museu da Cidade decorre no sábado, 27 de novembro, entre as 15h00 e as 16h30, e no domingo, entre as 11h00 e as 12h30. Marca o encerramento da ocupação do Museu da Cidade no espaço.


Assim, quem passar pelo Jardim neste período acabará por ser surpreendido pela leitura de poemas por atores da companhia Ao Cabo Teatro, que constam em livros disponibilizados nesta pequena biblioteca ao ar livre.


Os recantos deste jardim histórico serão assim habitados, durante este período por cinco atores que dizem e sussurram uma seleção de poemas.



Os poemas selecionados são extraídos das obras “A Casa e o Cheiro dos Livros”, de Maria do Rosário Pedreira; “Todas as Palavras”, de Manuel António Pina; “Horto de Incêndio”, de Al Berto; “Caras Baratas” e “Dobra”, de Adília Lopes; “Bisonte”, de Daniel Jonas; “Aluimentos”, de Benedicte Houart; “Poesia”, de Daniel Faria; “Tratado de Botânica”, de Joana Serrado; “Manual de Prestidigitação”, de Mário Cesariny; “Vim porque me pagavam”, de Golgona Anghel; “Poemas Reunidos”, de Gastão Cruz, “Herbário” e “Poemas com Asas”, de Jorge Sousa Braga; “A Noite Abre os Meus Olhos”, de José Tolentino Mendonça; e “Animais de Sangue Frio”, de Elisabete Marques.


Após esta intervenção artística, a Biblioteca Popular de Pedro Ivo encerra temporariamente para a instalação de uma nova proposta criativa, a cargo do Departamento de Cinema e Imagem em Movimento da Ágora, cuja inauguração está agendada para o dia 18 de dezembro. 

Ver também
Notícias