07/09/2021

A 14.ª edição Hyundai Meia Maratona do Porto marca o regresso das provas de estrada à cidade, após um interregno de mais de um ano e meio. Limitada este ano a 5 mil participantes e sem a presença de atletas estrangeiros, a corrida está marcada para a manhã do próximo domingo, dia 19 de setembro. Inscrições até 14 de setembro.


A grande festa do atletismo está de volta às ruas da cidade. Depois de uma longa paragem de mais de um ano e meio, motivada pelo contexto pandémico, a Hyundai Meia Maratona do Porto está de regresso no próximo dia 19 de setembro, em modo presencial, mas também mantendo a versão virtual do evento.


“Esta será, na verdade, a primeira Meia Maratona híbrida do país, já que a par da corrida presencial, que há muito ansiávamos, vamos também realizar uma versão virtual, para que todos aqueles que queiram participar possam fazê-lo em qualquer parte do mundo”, revelou Jorge Teixeira, o diretor geral da Runporto.


Lembrando que “o desporto e os eventos de massa foram dos setores que mais sofreram neste último ano”, Jorge Teixeira assumiu, também, que a pandemia trouxe novos desafios e oportunidades, “abrindo uma nova era na organização de eventos”. Com efeito, ao longo deste último ano e meio, a Runporto foi responsável pela organização de 14 corridas virtuais que permitiram angariar mais de 35 mil euros, entregues a várias instituições de solidariedade social. “Contribuímos, além disso, para que a comunidade se mantivesse ativa e saudável”.


“Hoje é um dia feliz. Depois de tanto tempo e de tantos sacrifícios, podemos finalmente dar este sinal de vida e voltar a correr presencialmente nas ruas da nossa cidade. Sabemos que é um regresso ainda com algumas condicionantes e restrições, mas é um sinal importante de estamos a caminho da normalidade e que é possível realizar estes eventos com a mesma qualidade de sempre e com a segurança que o atual momento exige”, destacou, por sua vez, Catarina Araújo, vereadora da Juventude e Desporto da Câmara do Porto.


José Guilherme Aguiar, vereador do Desporto da Câmara Municipal de Gaia, manifestou-se, igualmente, “muito feliz com esta retoma das provas de rua, desejando que esta Meia Maratona “seja uma prova modelo e que inspire outras organizações”. 


Vítor Dias, Diretor Regional do Norte do Instituto Português do Desporto e da Juventude e Desporto, elogiou, por seu turno, “a capacidade de resistência e resiliência da Runporto neste período tão difícil”, afirmando que esta “é das mais bonitas Meias Maratonas do mundo” e uma prova “aberta a todos, inclusiva, mas também solidária”.


 

Segurança acima de tudo


Para garantir a segurança de todos os participantes, a 14.ª edição da Meia Maratona do Porto estará limitada a um máximo de 5 mil participantes, tendo a organização optado por não convidar atletas estrangeiros para disputar os primeiros lugares do pódio.


A primeira corrida presencial organizada pela Runporto desde março de 2020 terá ainda outras novidades, já que a partida para a corrida de 21 km – a única a decorrer este ano – foi antecipada as 8 horas da manhã. O local de partida também foi alterado, para a Rua do Ouro, de modo a estar mais próximo do local habitual da chegada dos participantes, o Jardim do Calém (Fluvial), evitando assim os habituais shuttles/autocarros.


Para evitar concentrações, os participantes serão divididos em cinco grandes grupos na maior zona de partida de sempre, numa extensão de quase 750 metros. No seguimento desta medida, foi também cancelada a prova da Mini Maratona, de 6 km.


O plano de contingência articulado com a USP Porto/DGS prevê ainda a mediação de temperatura a todos os atletas inscritos, assim como a apresentação do certificado de vacinação digital ou de um teste negativo à Covid-19.

 

Inscrições e mais informações estão disponíveis na página da Meia Maratona do Porto.

Galeria
Item 1 de 9
Anexos
Clique no ficheiro para fazer o download
Ver também
Notícias