07/04/2021

As candidaturas ao Fundo Municipal de Apoio ao Associativismo Portuense - 2021 estão novamente abertas, com o prazo a encerrar a 30 de abril. É a terceira edição da iniciativa e tem uma verba disponível de 800 mil euros.


O concurso prevê a atribuição de apoio a 28 projetos, nomeadamente 12 de infraestruturas (obras) e 16 de natureza diversa, todos incluídos num dos quatro eixos de intervenção definidos:

- Eixo 1 - Coesão Social, com uma dotação de 300 mil euros;

- Eixo 2 - Cultura e Animação, com uma dotação de 200 mil euros;

- Eixo 3 - Desporto, com uma dotação de 200 mil euros;

- Eixo 4 - Juventude e Ambiente, com uma dotação de 100 mil euros.


As candidaturas devem ser entregues presencialmente no Gabinete do Munícipe, sito na Praça do General Humberto Delgado, n.º 266, impreterivelmente até ao dia 30 de abril.


Para segurança e proteção de todos, e cumprindo as orientações e procedimentos da Direção-Geral da Saúde na prevenção e controlo da infeção por Covid-19, o atendimento presencial no Gabinete do Munícipe apenas é feito mediante prévia marcação. Podem efetuá-la através do serviço de atendimento telefónico 220 100 220, disponível de segunda a sexta-feira, das 09h00 às 17h00, indicando o motivo da marcação.



Documentos para a candidatura e sessões de esclarecimento


As entidades interessadas devem entregar o Formulário de Candidatura (disponível no final deste texto), os documentos que constam no ponto 2 do 6.º artigo do documento “Condições de Atribuição de Apoio Financeiro para 2021” e ainda o orçamento respeitante ao apoio solicitado.


A fim de esclarecer eventuais dúvidas no procedimento, estão marcadas sessões online para os dias 13 e 20 de abril, das 18h00 às 19h30, com a participação dos vereadores Catarina Araújo e Fernando Paulo. Ambas requerem inscrição, que podem ser feitas nas seguintes ligações: 13 de abril e 20 de abril.


A abertura da terceira edição do Fundo Municipal de Apoio ao Associativismo Portuense, proposta pelo presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, foi aprovada por unanimidade do Executivo Municipal no final de janeiro, na mesma reunião em que anunciou a abertura de uma nova linha de apoio de emergência às associações.

Ver também
Notícias