20/06/2022

O Trengo – Festival de Circo do Porto está de volta, com a nova edição a decorrer de 5 a 10 de julho. Neste ano, o festival divide-se entre seis espaços: os já habituais Parque do Covelo e Teatro Rivoli, aos quais se juntam o Coliseu Porto Ageas e O Lugar. O Trengo passa ainda pela Praça de D. João I e pelo Bairro Pinheiro Torres.

 

A sétima edição do Trengo – Festival de Circo do Porto começa já no próximo dia 5 de julho e prolonga-se até ao dia 10, com 12 espetáculos e 25 apresentações, numa programação pensada para toda a família.

 

O festival regressa com várias novidades, desde logo com dois novos espaços: o Coliseu Porto Ageas e O Lugar, da companhia Palmilha Dentada, que se juntam ao Teatro Rivoli como espaços de apresentação do festival em interior e sujeitos a bilheteira.

 

A restante programação é de entrada livre e concentra-se no Parque do Covelo, passando também pela Praça D. João I e pelo Bairro Pinheiro Torres.



Outra das grandes novidades desta edição é a criação própria “O Silêncio do Corpo”, dirigido por João Paulo Santos e produzido pela Erva Daninha. O espetáculo é um símbolo da diversidade do circo contemporâneo, representando as várias nacionalidades e a união de esforços, num desafio de superação da resistência.

 

A última novidade do festival é a parceria internacional com a plataforma “solo but not alone”, que visa a divulgação de artistas de circo italianos.

 


Trengo no Parque do Covelo


O Parque do Covelo acolhe a maioria das apresentações do Trengo e todas as sessões são de entrada livre.

 

No primeiro dos seis dias do festival, a 5 de julho, “Tangle” entrará em cena às 18h30. O espetáculo, da artista Francesca Mari, repete-se no dia seguinte à mesma hora. No dia 5, às 19h00, terá lugar a nova criação da companhia Circo Caótico, “Raiz”, um dueto de acrobacia que vai conectar o público à paisagem deste parque. A segunda apresentação do espetáculo acontece no dia 7, às 18h30.


 

“Hêtre”, da companhia Libertivore, e “Passages”, de Alice Rende, são as duas criações francesas que integram a programação. Os dois espetáculos, onde a figura central é a mulher, sobem ao palco no dia 9 e 10 de julho, às 16h00 e 17h00, respetivamente.

 

“O Silêncio do Corpo”, criação própria do festival Trengo, é um espetáculo dirigido por João Paulo Santos que decorre nos dias 8, 9 e 10 de julho. No primeiro dia, está marcado para as 18h30 e nos seguintes terá início às 18h00.

 

O ponto de partida desta nova criação de João Paulo Santos e Erva Daninha explora o limite físico para contar o que se vê/sente do outro lado, onde o mental nos suporta e nos permite alcançar um estado que até então não conhecíamos, revelando emoções primarias, íntimas e universais. O mastro chinês serve de pretexto para mergulhar verticalmente na profundidade do ser, alcançar esse limite, e ultrapassá-lo.


 

O Trengo – Festival de Circo do Porto apresenta ainda "POI”, de Guillem Vizcaíno, malabarista espanhol e campeão mundial de estilo livre de piões. Os espetáculos decorrem nos dias 6 e 7 às 19h00.

 

A 10 de julho, último dia do festival, “Los viajes de Bowa”, também de Espanha, leva-nos ao Bairro Pinheiro Torres, numa parceria com o Teatro do Frio e que integra a programação do Cultura em Expansão.



Rivoli e Coliseu são palcos do Trengo


O Teatro Rivoli apresenta, em estreia nacional, “Falaise”, um espetáculo da companhia francesa Baro D’Evel com oito intérpretes, um cavalo e vários pombos em palco. As sessões decorrem nos dias 7 e 8 de junho, às 19h30. Os bilhetes podem ser adquiridos online e nas bilheteiras do TMP.

 

Rui Paixão apresenta-se no Coliseu Porto Ageas em sessão dupla, às 19h00 e às 21h30, no dia 6 de junho, com “Albano”, uma das suas recentes criações. O ator vai ainda realizar nos dias 4 e 5 julho a formação “Eis um urso. Agora devem fazê-lo rir.”, dirigida a estudantes e profissionais de artes performativas.


 

A companhia Teatro do Mar regressa ao Porto com “Mutabilia” para encher a Praça de D. João I na noite de sábado, 9 de julho, às 22h.

 

Marta Costa estreia a sua nova criação “Martha Coast Gim” n’O Lugar dos Palmilha Dentada, um divertido espetáculo para descobrir nos dias 9 e 10 de julho às 19h19.


 

O Trengo – Festival de Circo do Porto é uma iniciativa da companhia Erva Daninha, em coprodução com a Câmara Municipal do Porto, através da Ágora – Cultura e Desporto, e conta com o apoio da República Portuguesa – Cultura/Direção-Geral das Artes. 


Texto: Catarina Madruga

Fotos: DR


Ver também
Notícias