22/06/2022

“Tivemos saudades tuas…”  


… e finalmente chegou o dia! O São João regressa às ruas e, com ele, as tradições de uma cidade que esperou ansiosamente por este momento. A receita é conhecida (e nunca falha): sardinha assada, música de baile, martelinhos coloridos e muitos amigos reunidos. As preocupações ficam de lado porque é noite de São João… e o resto pode esperar! 


Para tornar tudo ainda mais inesquecível, deixamos aqui cinco sugestões a acrescentar às tradições habituais e tornar o santo popular do nosso coração ainda mais especial no ano do nosso reencontro. 


 

Um roteiro por três palcos no centro da cidade 


Ao invés de um, as festas da cidade dividem-se, neste ano, por três palcos. Três pontos de encontro e três locais para celebrar este desejado encontro nas ruas. A “viagem” começa no palco do Palácio de Cristal, com as atuações dos Santos Noventeiros (festa organizada pelo Revenge of the 90’s) e a participação de Romana, Saúl e Marante, a partir das 20h00. Pés ao caminho, logo depois, rumo ao Largo Amor de Perdição, para ouvir os temas de Toy e José Malhoa (a partir das 22h00). Uns metros adiante, para os lados da Casa da Música, é Chico da Tina quem promete dar música à praça, às 23h30. 


 

Bailaricos nos palcos das freguesias 


A noite espalha-se ainda por um sem-número de outros palcos, em praças e jardins públicos, em pátios e espaços mais ou menos privados. E nas freguesias não será exceção: há palcos na Rua Sá de Miranda (Paranhos), na Praça da Corujeira (Campanhã), no Parque de Estacionamento da Rua do Ouro e no Cais das Pedras (em Lordelo do Ouro e Massarelos), no Largo da Igreja de Nevogilde, no Jardim de Sarah Afonso (em Ramalde), no Largo da Praia (em Miragaia) e nas Fontaínhas. O cartaz, esse, é feito de música popular portuguesa com a participação de vários grupos.   


 

Fogo de Artifício na Ribeira do Porto 


À meia-noite, todos os caminhos vão dar à Ribeira do Porto (e os olhos voltam-se para o céu): o fogo de artifício promete iluminar a noite mais longa da cidade, com as cores a subirem do Douro, num cenário que marcará o imaginário de muitos. Durante aproximadamente 15 minutos, as festas são celebradas nas alturas e há que escolher o melhor local para não perder cada minuto deste espetáculo pirotécnico e musical


 

Concerto da Banda Sinfónica na Concha Acústica 


Mas o São João não se esgota na maior noite da cidade (se bem que esgotará muitos daqueles que a aproveitaram, ao máximo, umas horas antes). No dia dedicado a este santo popular, a Banda Sinfónica Portuguesa cumpre a tradição de apresentar um repertório especial, desta vez na Concha Acústica dos Jardins do Palácio de Cristal, a partir das 18h00. Um concerto com entrada livre, até ao limite da lotação do espaço. 


 

Cascata Comunitária no Mercado Temporário do Bolhão 


Eternizada em poemas e músicas (com o “Porto Sentido”, de Rui Veloso, a soar-nos a cada minuto), a cascata sanjoanina ainda continua a ser uma das maiores tradições desta época do ano. A Cascata Comunitária (feita a várias mãos) está já montada no Mercado Temporário do Bolhão e pode ser visitada, nos horários de funcionamento do espaço, até ao dia 3 de julho.  

 

Texto: José Reis 

Ver também
Notícias