30/09/2020

Piscina Municipal da Constituição reabriu em pleno no dia 6 de outubro, depois de ter sido submetida a um conjunto alargado de obras de requalificação e beneficiação, de modo a garantir ainda melhores condições de conforto, higiene e segurança aos utentes deste equipamento. 


As intervenções decorreram em praticamente todo o edificado, nomeadamente nas coberturas, pavimentos e paredes, iluminação, balneários, piscina de aprendizagem e zonas técnicas, onde se procedeu à renovação e modernização de vários equipamentos eletromecânicos, essenciais para o bom funcionamento das piscinas e restantes atividades complementares. O investimento rondou os 119 mil euros.


Foram ainda realizadas obras para beneficiar as condições de uso de energia, climatização e ventilação, tendo em vista a melhoria da qualidade do ar interior e o aumento da eficiência energética do edifício. O investimento, de mais de 240 mil euros, incluiu a reformulação das instalações mecânicas, das redes hidráulicas para aquecimento, arrefecimento e produção de água quente sanitária, bem como dos sistemas de iluminação.


Para o próximo ano está ainda previsto um investimento de cerca de 200 mil euros referente à ampliação da zona de ginásios e balneários.


De resto, e tal como já aconteceu em Cartes, a Piscina da Constituição vai poder contar, em breve, com um inovador Sistema de Gestão Técnica Centralizado (GTC), que permitirá o controlo remoto (via web) de todos os sistemas de iluminação, climatização e ventilação deste equipamento, num investimento de cerca de 25 mil euros. O objetivo é permitir o acompanhamento e controlo dos consumos de energia e água, bem como alertar para eventuais desvios.


As inscrições para a nova época já podem ser realizadas presencialmente na receção da Piscina da Constituição.

Galeria
Item 1 de 8
Ver também
Notícias