18/12/2020

A medida que estava em vigor até final do ano foi renovada por mais dois meses. A isenção vai beneficiar 25 clubes da cidade e um total de 11 modalidades, tendo um impacto financeiro superior a 100 mil euros.


Consciente das dificuldades que os clubes desportivos locais atravessam neste período de pandemia, o Conselho de Administração da Ágora – Cultura e Desporto do Porto aprovou, no passado dia 16 de dezembro, a renovação da medida que isenta de taxas todos os clubes e associações que utilizam os equipamentos desportivos municipais.


A isenção, cujo impacto é já superior a 100 mil euros, vai vigorar pelo menos até ao final de fevereiro, altura em que será reavaliada novamente, podendo ser ampliada em função da evolução da pandemia. 


Tal como na primeira fase, a medida extraordinária será aplicada em 12 equipamentos da rede municipal de pavilhões e grandes campos, beneficiando diretamente 25 clubes e associações da cidade e um total de 11 modalidades desportivas: atletismo, badminton, basquetebol, futebol, futsal, karaté, kendo, kickboxing, patinagem, rugby e voleibol.


A decisão integra um conjunto alargado de ações que o Município do Porto tem vindo a apresentar para apoiar os clubes e associações da cidade neste período tão difícil. São disso exemplo a criação de uma de Linha de Apoio de Emergência às Associações do Porto, num valor total de 150 mil euros, ou a duplicação da dotação do Fundo Municipal de Apoio ao Associativismo Portuense, que passou a ser de 800 mil euros.


Também o apoio atribuído pelo município aos atletas dos escalões de formação foi reforçado e alargado a 40 clubes da cidade. A medida, que ascende aos 105.446 euros, vai beneficiar este ano mais de 4.800 atletas, abrangendo 16 modalidades.

Ver também
Notícias