Vasco da Gama celebra 100 anos de vida esta quinta-feira
20-02-2020
Histórico clube da cidade do Porto, uma referência no basquetebol nacional, completa um século de existência.
Fundado a 20 de fevereiro de 1920 por um grupo de operários no então Bairro Herculano, o Sporting Clube Vasco da Gama faz esta quinta-feira 100 anos. O emblema portuense é uma referência no basquetebol português, modalidade à qual se dedicou em exclusivo desde 1960. Soma 21 títulos nacionais, incluindo uma Taça de Portugal e três títulos na principal divisão em séniores masculinos, nas épocas de 1941/42, 1947/48 e 1950/51, além de 99 títulos distritais em todos os escalões.
 
Apostando sobretudo na formação, o Vasco da Gama orgulha-se de ser um dos clubes que mais jogadores forneceu às Seleções Distritais e Nacionais. Ao longo do seu historial, foram 20 os atletas do clube que representaram a Seleção Nacional de séniores masculinos.

O clube que levou o basquetebol a muitos jovens dos bairros do Porto - Fontainhas, Herculano e Sé - continua a ser hoje uma segunda casa para muitos atletas e familiares. Atualmente, são cerca de 120 os desportistas a competir, em todos os escalões, no Pavilhão do Parque das Camélias.
  
"Nunca tantos, com tão pouco, fizeram tanto pelo basquetebol" é uma das frases que melhor define a história centenária do Vasco da Gama, proferida por Manuel Nunes, um dos mais carismáticos presidentes que passaram pelo clube. A direção está agora a cargo de Manuel Rodrigues, que acumula também as funções de treinador.

Armando Plácido, os irmãos Quintela, João Vidrago, Boaventura, José Garrido e José Norton (sócio nº. 1) foram alguns dos fundadores do clube, cujo emblema ostenta a mesma cruz do brasileiro Clube de Regatas do Vasco da Gama, do Rio de Janeiro.

Apesar da longa e estreita ligação ao basquetebol, a atividade desportiva do Vasco da Gama começou com a prática do futebol, estendendo-se depois a outras modalidades, como o andebol (foi campeão regional na época de 1945/46), a natação (os treinos e competições decorriam no rio Douro), ténis de mesa, boxe, voleibol e, claro, o basquetebol.

A primeira equipa que se conhece de basquetebol do Sporting Clube Vasco da Gama era constituída por Aníbal, Aladino, Modesto, Boaventura e Norton.

Ao longo da sua história, o clube foi agraciado com várias distinções, nas quais se incluem, por exemplo, a Medalha de Mérito Desportivo (15 de Outubro 1954), a Medalha de Bons Serviços Desportivos (5 de março 1970), a Medalha de Ouro de Valor Desportivo (30 de abril 1970), além da Declaração de Utilidade Pública (18 de setembro 1970).

O programa comemorativo dos 100 anos do Sporting Clube Vasco da Gama inicia-se esta quinta-feira, com o hastear da bandeira na sua sede social, pelas 10 horas. Ao fim da tarde, é celebrada uma missa na Igreja de Santo Ildefonso em memória dos vascaínos já falecidos.

No sábado, 22 de fevereiro, as celebrações são retomadas com a apresentação do livro "Memórias", da autoria de Manuel Nunes, pelo historiador Hélder Pacheco, às 18 horas, no Salão Nobre da Junta de Freguesia da Sé.

O ponto alto do programa está marcado para as 20,30 horas, no Pavilhão do Parque das Camélias, com o jantar comemorativo do centenário do Vasco da Gama.