Visitas guiadas para dar a conhecer a Arte Urbana que se faz no Porto
08-10-2015
A partir de sábado e até ao final do mês de outubro, a PortoLazer apresenta um ciclo de visitas gratuitas a algumas das mais recentes intervenções artísticas que passaram a fazer parte da paisagem urbana da cidade.
Os percursos, em alguns casos acompanhados por artistas urbanos, decorrem ao fim de semana e podem ser realizados a pé, de bicicleta ou de tuk-tuk. Dependendo da opção escolhida, os passeios têm itinerários e durações diferentes, obrigando sempre a inscrição prévia.

A iniciativa pretende dar a conhecer ao público esta nova faceta da cidade, que resulta em grande parte do Programa de Arte Urbana lançado em 2014 pela Câmara Municipal do Porto e a PortoLazer. Um projeto que tem contribuído positivamente para a divulgação e sensibilização desta expressão artística, incentivando a sua prática num quadro institucional autorizado.

Na verdade, basta dar um passeio pela Baixa para se perceber que o Porto é hoje uma cidade cada vez mais aberta à criação artística.

Além dos passeios pedestres, de bicicleta e de tuk-tuk, serão também promovidos ao longo do mês quatro safaris fotográficos (dias 11, 18, 25 e 31 de outubro, entre as 14h30 e as 18h30), numa parceria com a Embaixada Lomográfica, e ainda um instameet, organizado pela comunidade #igersporto (a realizar na manhã do dia 24 de outubro, das 10h00 às 13h00).

Das 11 intervenções que compõem os vários itinerários, destacam-se três novos projetos, que serão inaugurados precisamente durante este ciclo de visitas. Desde logo, e até pela sua dimensão e localização privilegiada (na Avenida de Vimara Peres, junto ao tabuleiro superior da ponte Luiz I), o novo mural da autoria de Frederico Draw. Intitulada "AN.FI.TRI.ÃO", a obra consiste na representação figurativa de uma personagem abstrata da cidade do Porto, como que a dar as boas-vindas a todos os que diariamente a visitam.

Também com inauguração marcada para o dia 10 de outubro, o projeto de intervenção artística nas caixas de distribuição de energia da EDP, iniciado na Rua das Flores, vai agora estender-se também ao Largo de São Domingos. Numa parceria com a Escola Superior Artística do Porto, serão intervencionadas mais sete caixas pelos artistas Sílvia Peralta, Catarina Rodrigues e Godmess & SEM.

Finalmente, a 30 de outubro, será revelado na Rua Nova da Alfândega o novo mural de Daniel Eime, autor considerado em 2014 pelo site I Support Street Art como um dos artistas mais relevantes do ano a nível mundial. A composição pretende ser uma representação de um habitante daquela zona ribeirinha.

Nas ligações seguintes, podem consultar todos os detalhes sobre as inscrições e os itinerários dos passeios:

Todos os passeios podem ser cancelados caso as condições climatéricas assim o obriguem.