Instituições culturais e de turismo do Porto suspendem atividades até 3 de abril
13-03-2020
A decisão foi concertada pelos vários agentes, na sequência das medidas o município.

Casa da Música, Fundação de Serralves, Irmandade dos Clérigos, Livraria Lello, Museu da Misericórdia do Porto (MMIPO), Museu do Futebol Clube do Porto, Palácio da Bolsa e Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota decidiram encerrar as portas até dia 3 de abril, numa medida concertada de prevenção contra o Covid-19.


Acompanhando a decisão da Câmara do Porto, que levou ao cancelamento de todos os eventos promovidos pelo Município, assim como ao encerramento temporário de todos os museus e bibliotecas municipais, bem como as recomendações da Direção Geral de Saúde e as considerações da Organização Mundial de Saúde e, por fim, as medidas extraordinárias aprovadas ontem ao final do dia pelo Governo face à "emergência de saúde pública" que o país está a viver, as instituições culturais e de turismo do Porto uniram-se e decidiram suspender as suas atividades a partir de amanhã (sábado) até ao dia 3 de abril.

As instituições supramencionadas entendem que "esta é a decisão mais responsável a tomar no atual contexto, tendo em conta a situação de prevenção e de contenção da propagação do novo coronavírus Covid-19. Uma decisão que coloca em primeiro lugar a cidade, os seus habitantes e seus visitantes, e o território", referem em comunicado conjunto.

A informação será atualizada sempre que se justifique e em estreita consonância com as autoridades civis, de saúde, com a Entidade Regional do Turismo do Porto e Norte, com a Associação de Turismo do Porto e Norte e com a Câmara do Porto, acrescentam as instituições culturais e de turismo da cidade do Porto.