Galeria Municipal inaugura este sábado a exposição "Depois do Estouro"
03-12-2019
A exposição tem curadoria de Tomás Abreu e resulta do projeto concursal "Expo'98 no Porto", tendo sido selecionada por um júri independente da equipa artística da Galeria Municipal do Porto. Inauguração está marcada para as 17 horas deste sábado. A entrada é livre.
"Depois do Estouro" foi selecionada por um júri independente da equipa artística da Galeria Municipal do Porto, composto por Daniela Marinho, investigadora de pós-doutoramento no Departamento de Artes e Estudos Culturais da Universidade de Copenhaga, Miguel Ferrão, que dirige com Eduardo Guerra o projeto artístico Musa paradisiaca, e Nuno Faria, diretor artístico do Museu da Cidade.

Esta exposição parte dos efeitos que os desenvolvimentos socioeconómicos e tecnológicos do final do século passado tiveram na cultura contemporânea e "propõe uma reflexão sobre paradoxos das suas consequências, paralelamente desafiando noções de manipulação do tempo". Reúne um conjunto de obras, produzidas no final da última década por 13 jovens artistas que cresceram em Portugal na década de 90, as quais "incidem sobre questões da humanidade, do espaço físico e do tempo": Alice dos Reis, Francisco M. Gomes, Henrique Pavão, Hugo de Almeida Pinho, Igor Jesus, Jorge Jácome, Lúcia Prancha, Mariana Rocha, Mariana Vilanova, Pedro Huet, Rodrigo Gomes, Sara Graça e Tomás Abreu.

"Depois do Estouro" integra também um programa público que apresentará duas sessões de cinema e uma visita guiada. Nos dias 23 de janeiro e 6 de fevereiro, serão exibidos filmes de Madalena Fragoso e Margarida Meneses, Marcelo Tavares, Diogo Baldaia, José Rito, Leonor Teles e Leonardo Moura Mateus, no Cinema Passos Manuel. Já a visita guiada, conduzida por Pedro Dourado, decorrerá a 1 de fevereiro.

Entretanto, também no próximo sábado às 17 horas, será inaugurada a exposição "9kg de Oxigénio", de "Uma Certa Falta de Coerência", que ocupará o Piso 0 da Galeria Municipal.

Ambas as exposições são de entrada livre e poderão ser visitadas até 16 de fevereiro, de terça-feira a sábado, entre as 10 e as 18 horas, e ao domingo, das 14 às 16 horas.