Feira do Livro revela número de participantes e algumas novidades
19-06-2020
Festival literário da cidade do Porto volta aos Jardins do Palácio de Cristal, entre 28 de agosto e 13 de setembro.
A edição de 2020 da Feira do Livro do Porto considerou 68 inscrições, correspondentes a mais de 80 entidades públicas e privadas, entre distribuidores, editoras, livreiros ou alfarrabistas. Irão ocupar 120 pavilhões, distribuídos pelo Alameda das Tílias de modo a cumprir as exigências sanitárias no contexto da COVID-19. 

Além do número de stands, o Município do Porto desvenda também algumas das novidades deste ano. A partir do mote "Alegria para o fim do mundo", transcrito da obra de Andreia C. Faria, a programação do evento apostará na valorização da língua portuguesa e de poetas, escritores e artistas, em especial os que trabalham no ou a partir do Porto. A aprendizagem resultante da pandemia vivida nos últimos meses será também transportada para a agenda, que promete ainda dar força à escrita e às vozes femininas.

O programa desta edição está a ser desenvolvido por uma vasta equipa da empresa municipal Ágora, a quem se junta a dupla de curadores convidados Anabela Mota Ribeiro e José Eduardo Agualusa.

O evento terá também uma forte componente sonora, de que é exemplo o convite feito ao espaço cultural Maus Hábitos para desenhar um ciclo de "concertos de bolso". O objetivo será esboçar um retrato do panorama musical na cidade e, ao mesmo tempo, incentivar bandas e músicos de diferentes géneros e gerações, fragilizados pelas circunstâncias destes tempos de espetáculos adiados.

A feira simbolizará o arranque do regresso da vida cultural da cidade e terá asseguradas todas as medidas de higiene e distanciamento necessárias para que continue a ser um momento marcante para a cidade, em que à partilha de conhecimento se associam a celebração e a alegria.

O programa completo da Feira do Livro do Porto 2020 será anunciado em breve pela autarquia.