Este ano não há Festival Trengo... mas há um ciclo chamado Trengolas
01-07-2020
A Erva Daninha e a Ágora vão coproduzir entre 28 de agosto e 19 de setembro um ciclo em substituição do festival de circo portuense.
Depois da pandemia ter obrigado a cancelar o Trengo -- Festival de Circo do Porto, cuja quinta edição deveria realizar-se entre os dias 1 a 5 de julho, a companhia Erva Daninha e a empresa municipal Ágora -- Cultura e Desporto juntaram esforços para encontrar uma alternativa e oferecer mais um momento de circo à cidade. O resultado foi um ciclo com cerca de 20 apresentações de vários espetáculos, que integrará também a Feira do Livro do Porto e a programação do Teatro Municipal do Porto

Denominada Trengolas, a iniciativa terá lugar entre 28 agosto e 19 setembro, com sessões em três espaços da cidade: Parque de São Roque, Jardins do Palácio de Cristal e Praça de D. João I. Conta com o apoio da Direção Geral das Artes.

Todos os espaços têm uma lotação limitada. Para assistir a qualquer uma das apresentaões a decorrer no Parque de São Roque é necessária a inscrição prévia, através do email trengo@ervadaninha.pt (cada reserva pode ser feita para um máximo de quatro pessoas). Na Feira do Livro do Porto, cada espetáculo têm 20 lugares disponíveis, ocupados por ordem de chegada. Quanto às sessões na Praça de D. João I, indicaremos brevemente o modo de inscrição.

As apresentações contarão com a participação de mais de 40 artistas e técnicos residentes em território nacional, que terão neste evento um reinício de atividade após a paragem forçada. 

Ao público, recomenda-se a prévia desinfeção das mãos e o uso de máscara. É obrigatório assistir aos espetáculos no lugar atribuído, sem trocas ou deslocação das cadeiras durante a exibição.

Recorde-se que o Trengo é um festival que se realiza no Porto desde 2016, apresentando anualmente vários espetáculos de circo contemporâneo em espaço público e interior. As novas linguagens do circo são o fator comum a toda a programação, que mantém uma forte relação com criadores nacionais. O objetivo do festival é trazer à cidade do Porto e aos seus lugares icónicos novas propostas na área do circo, proporcionando uma relação de proximidade com o público, num ambiente descontraído e familiar.

Em quatro edições, o Trengo contou já com a presença de mais de duas centenas de artistas de vários países, apresentando mais de 50 espetáculos, dos quais 19 em estreia nacional.

O Trengo - Festival de Circo do Porto é um projeto da Erva Daninha, companhia que se dedica ao circo contemporâneo desde 2006, em coprodução com a Câmara do Porto, através da Ágora e do Teatro Municipal do Porto, e com o apoio da Direção Geral das Artes.