Cultura em Expansão revela programa completo e novas regras de acesso
31-07-2020
O programa municipal que leva cinema, música, teatro e dança a vários bairros da cidade está de volta em setembro.
Tal como havia sido anunciado há umas semanas, o Cultura em Expansão inicia em setembro um calendário que apresentará 38 espetáculos até ao final do ano. Apesar de manter a gratuitidade, o programa contará com novas regras de acesso e segurança, tais como o levantamento obrigatório de bilhete e o uso obrigatório de máscara.

A recalendarização foi realizada pela equipa artística do projeto em articulação com as quatro estruturas parceiras -- Confederação, Sonoscopia, Teatro do Frio e Visões Úteis -- e com os vários artistas e agentes envolvidos. A maioria dos espetáculos que estavam agendados antes da pandemia serão apresentados até ao final do ano. Outros, pela incompatibilidade de agenda e dificuldade de realizar projetos em residência num cenário de pandemia, transitarão para a edição de 2021.

A cadência de apresentação torna-se também mais intensa e regular, com uma média de três espetáculos por fim de semana, divididos pelos quatro polos principais -- a Junta de Freguesia de Campanhã, o Grupo Musical de Miragaia, a Associação de Moradores do Bairro Social da Pasteleira - Previdência / Torres e a Associação de Moradores da Bouça -- e por outros locais da cidade com a programação satélite.

De forma a garantir a segurança de todos, serão seguidas as normas de segurança impostas pela Direção-Geral da Saúde. Todos os espetáculos terão lugares sentados e a partir de duas horas antes do seu início os bilhetes estarão disponíveis no local para levantamento. Recomenda-se a chegada com 30 minutos de antecedência.

Para o acesso ao interior da sala e ao respetivo lugar, o público deverá seguir as recomendações dos assistentes de sala. O uso de máscara será obrigatório durante todo o espetáculo e recomenda-se a higienização das mãos à entrada.

O calendário completo do Cultura em Expansão pode ser consultado aqui.


TEATRO E CINEMA COLETIVO NO PRIMEIRO FIM DE SEMANA

O fim de semana de abertura -- 4, 5 e 6 de setembro -- será dedicado exclusivamente a espetáculos realizados ao ar livre. Às 21,30 horas de sexta-feira, na Quinta do Covelo, e no sábado, no Ringue da Associação de Moradores do Bairro Social da Pasteleira -- Previdência/Torres, será apresentada a peça "Os Sete Pecados Mortais", do encenador Ricardo Alves. A obra, uma colaboração entre o Teatro da Palmilha Dentada e o Teatro Independente de Paranhos, junta os atores profissionais e amadores das duas companhias a habitantes locais.

No domingo, o programa vai até à outra ponta da cidade, ao Monte do Forte/Azevedo, para a primeira de três sessões ao ar livre do "Campanhã é a minha casa". Neste projeto os moradores são desafiados a partilhar as suas coleções de filmes e registos de família, que servirão de base à criação de três curtas metragens pelos realizadores Sónia Amen, Cláudia Varejão e Edgar Pera.