Cancelamento da quinta edição do DDD - Festival Dias da Dança
19-03-2020
O evento organizado pelas autarquias de Porto, Matosinhos e Vila Nova de Gaia voltará em 2021.
Face à situação de pandemia declarada pela Organização Mundial de Saúde, e em linha com as recentes medidas adotadas pelo Governo de Portugal no sentido de combater os efeitos do covid-19, a Câmara Municipal do Porto/Teatro Municipal do Porto, a Câmara Municipal de Matosinhos e a Câmara Municipal de Gaia decidiram cancelar a quinta edição do DDD - Festival Dias da Dança, que se iria realizar entre 18 de abril e 3 de maio de 2020. 

A decisão, tomada em conjunto com os organizadores e parceiros do festival, assenta na consciência de que vivemos -- e continuaremos a viver nos tempos mais próximos -- uma situação de exceção, na qual a segurança das populações deve ser a máxima prioridade.

Além das questões de segurança, as recentes medidas de combate ao covid-19 levantaram igualmente vários obstáculos logísticos, desde restrições de vistos e condicionamentos às viagens de companhias internacionais (oriundas de Itália, da Alemanha, da Coreia do Sul, das Filipinas, entre outros) até ao encerramento de equipamentos locais onde vários artistas e companhias nacionais estariam, ao longo das próximas semanas, em processo de criação de novas obras a estrear no festival.

O quinto DDD - Festival Dias da Dança programou mais de 20 espetáculos nacionais e internacionais que seriam apresentados em teatros e auditórios nas cidades do Porto, Matosinhos, Gaia, Coimbra e Viana do Castelo, para além de criações em espaços públicos, de uma Semana de Programadores e de um vasto programa de atividades paralelas, que incluíam workshops, conferências e festas.

A organização do festival tudo fará -- na medida das suas possibilidades e em articulação com os artistas e as companhias envolvidas -- para garantir que as atividades previstas para este período serão reagendadas, designadamente na edição do DDD - Festival Dias da Dança de 2021.

Deste modo, a organização do festival declara estar profundamente empenhada em honrar, na máxima dimensão possível, os compromissos contratualmente assumidos e os custos efetivamente suportados até à data pelas companhias e artistas afetados por este cancelamento.